Internet

Jovem chinês morre em transmissão ao vivo após comer lacraias

O blogueiro buscava aumentar os seguidores através de um "desafio da roleta" e comia tudo o que a roda indicasse

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 29/07/2019 às 11:32
NOTÍCIA
Leitura:

A busca por seguidores na internet teve um fim trágico na província de Aunhui, na China. O blogueiro Sun morreu após consumir insetos e uma lagartixa em uma transmissão realizada no DouYu, site chinês semelhante ao youtube. Sun tinha 15 mil fãs no site e realizou a ação como forma de aumentar os seguidores, de acordo com informações divulgadas pela imprensa chinesa.

Durante o vídeo, o jovem de 35 anos realizava uma espécie de "desafio da roleta" na plataforma. Ele girava uma roda marcada com diversas "comidas" para consumir. Entre as opções, estavam itens como lagartixas, larvas de farinha, insetos, lacraias e artigos mais leves como ovos, licor e cerveja. Após girar a roleta, Sun comia aquilo que fosse indicado quando o objeto parasse.

Após ter consumido lacraias e uma lagartixa, o jovem desmaiou e desapareceu do vídeo. A causa da morte do blogueiro ainda não foi divulgada, mas de acordo com o Biólogo e professor de biologia Alexandre Henrique, o Sun foi envenenado por uma lacraia. "As lacraias usualmente geram acidentes em contato com seres humanos porque elas possuem toxinas. Ao ingerir o animal, provavelmetente o jovem consumiu uma lacraia venenosa. Os animais são peçonhetos, embora não possuam órgãos para inocular esse veneno. Entretanto, a partir do momento que ele consome a lacraria, as toxinas são liberadas no corpo dele", explicou em entrevista ao Portal NE10 Interior.

Ainda segundo o biólogo, a lagartixa não deve ter envenenado Sun. "A lagartixa em si, provavelmente não ocasionou a morte dele. Claro que seria necessária uma autópsia para comprovar isso, mas o animal em si não iria matar", comenta.

Sun foi encontrado em seu apartamento pela namorada sem sinais vitais. O caso está sendo investigado pela polícia chinesa e os vídeos do blogueiro na internet foram removidos pelas autoridades.

Mais Lidas