Luto

Segurança morto enquanto socorria policial em Gravatá é enterrado

Ivanildo Barbosa dos Santos, 40 anos, parou para ajudar PM baleado e foi assassinado

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 29/07/2019 às 14:16
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Parentes, amigos e colegas de trabalho participaram nesta segunda-feira (29) do velório do segurança Ivanildo Barbosa dos Santos, 40 anos, morto a tiros ao tentar socorrer um policial militar no último sábado (27), no bairro Salgadão, em Gravatá, no Agreste de Pernambuco.

Além de trabalhar como segurança em um condomínio, ele foi um dos primeiros a fazer o serviço de mototáxi na cidade. Ivanildo foi morto enquanto socorria o cabo José Teófilo dos Santos, 38, que havia sofrido uma tentativa de assalto e foi baleado.

Ao perceber que alguém havia parado para ajudar o policial, os criminosos voltaram e também atiraram contra o segurança. Ambos foram levados para o Hospital de Gravatá, mas Ivanildo não resistiu e faleceu.

Policial ficou ferido após tentativa de assalto
Policial ficou ferido após tentativa de assalto
Reprodução/TV Jornal Interior

"Ninguém esperava, você sai para trabalhar e encontra uma pessoa caída. Nem todos fazem isso [socorrem] não", contou a prima, Juliana Barbosa.

Para todos, ficará a marca da prestatividade do segurança. "Uma pessoa boa, o que a gente precisasse não tinha hora", afirmou o amigo da vítima José Ricardo.

"Pai de família, um irmão amigo de todo mundo, mas infelizmente perdi meu irmão", lamentou, entre lágrimas, Severino Santos. O enterro aconteceu no Cemitério do Cruzeiro, em Gravatá. O cortejo fúnebre foi acompanhado por vários colegas mototaxistas.

Policial internado

O cabo José Teófilo foi transferido do hospital local para o Hospital da Restauração, no Recife. Ele passou por cirurgia e está na sala de recuperação. O estado de saúde é grave.

Mais Lidas