Categoria

Funcionários que abastecem Caixas 24h começam greve nesta sexta

Decisão foi tomada em assembleia na sede do sindicato; empresa nega adesão de funcionários

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 01/08/2019 às 9:29
NOTÍCIA
Divulgação/TB Forte
FOTO: Divulgação/TB Forte
Leitura:

Trabalhadores da empresa TB Forte, responsável por abastecer os caixas 24 horas de algumas regiões de Pernambuco, anunciaram que entrarão em greve a partir desta sexta-feira (2). A decisão foi tomada em assembleia na sede do sindicato, na última segunda-feira (29). Segundo a categoria, o motivo da paralisação é o descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), além da demissão do delegado de base, que não teve o nome divulgado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Vigilantes e Empregados de Empresas de Transporte de Valores e Escolta Armada do Estado de Pernambuco (SNDFORT-PE), a empresa de transporte de valores e segurança é a única que realiza o serviço de abastecimento dos caixas eletrônicos 24 horas no Grande Recife, além de realizar o mesmo serviço para outros bancos privados.

A TBForte é gestora da rede de caixas eletrônicos - Banco 24Horas, que tem mais de 23 mil pontos de atendimento em todo o Brasil. À reportagem do Jornal do Commercio, a empresa negou o descumprimento das determinações da CCT e acusou a decisão do sindicato de arbitrária. A empresa não se pronunciou sobre o afastamento do delegado da base.

A empresa de transporte de valores informou ainda que não há risco de desabastecimento dos caixas eletrônicos 24 horas e que a assembleia teria tido a adesão de apenas nove trabalhadores.

Confira a íntegra da resposta:

"A TBForte informa que respeita as determinações da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e participa constantemente de grupos de trabalho que reúnem sindicatos e entidades patronais, sempre com o objetivo de compartilhar as melhores práticas trabalhistas para o setor.

A empresa reforça que não há qualquer risco de desabastecimento dos caixas eletrônicos da região. Vale ressaltar ainda que a decisão do sindicato foi arbitrária, tomada em uma assembleia realizada na noite de ontem (29), com apenas nove pessoas, e que não tem a adesão dos funcionários da TBForte".

Mais Lidas