menu

Atirador de elite atinge suspeito de sequestro a ônibus no Rio de Janeiro

Após quatro horas de sequestro, situação chega ao fim para 37 reféns

Atirador de elite realizou cerca de sete disparos
Atirador de elite realizou cerca de sete disparos (Reprodução/TV Globo)

Um atirador de elite da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro atingiu o homem suspeito de sequestrar um ônibus na Ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20). O sequestrador se dirigia à saída do veículo para negociar quando o policial, localizado em cima de um caminhão do corpo de bombeiros, realizou cerca de sete disparos.

O suspeito morreu no local. De acordo com a Polícia, após a ação foi detectada que a arma que o sequestrador utilizava era de brinquedo. Ao todo, o sequestro durou 4 horas.

Entenda o caso

Por volta das 6h da manhã desta terça-feira (20), um homem armado que estava dentro de um ônibus que se dirigia sentido Ponte Rio-Niterói, obrigou o motorista a atravessar o coletivo na pista. O suspeito teria se identificado como policial militar e ameaçado colocar fogo no ônibus com um galão de gasolina que levava.

A ocorrência policial interditou a pista no sentido Rio, obrigando motoristas que se dirigiam para o Rio a voltar.

Segundo autoridades, cerca de 37 pessoas foram feitas de reféns no ônibus. Seis já haviam sido liberadas quando o sequestrador foi morto.