menu

Moradores reclamam de situação de escadaria do Monte Bom Jesus

Praticamente todos os degraus estão quebrados

Escadaria que dá acesso a 4ª Travessa da Sé
Escadaria que dá acesso a 4ª Travessa da Sé (Reprodução/TV Jornal Interior)

Recentemente, o Monte Bom Jesus, em Caruaru, no agreste, foi requalificado. O local é um dos principais pontos turísticos do município. No aniversário da cidade, 18 de maio do ano passado, a obra entregue à população, mas quem mora na parte de baixo do morro transita diariamente por escadarias em péssimo estado de conservação.

Praticamente todos os degraus estão quebrados. O morador e líder comunitário Heleno Florêncio conhece de perto a realidade. "Há 30 anos aproximadamente que foi feita essa escadaria do morro. Ainda não teve nenhuma revitalização", conta.

Uma das piores situações é a da escadaria que dá acesso a 4ª Travessa da Sé. O catador de recicláveis, Josafá Miguel, todo dia precisa subir e descer com o carrinho que usa para trabalhar na cabeça porque pelas escadas não é possível. "Tem um degrau que não está nem pela metade. A situação não pode continuar. Com esses degraus, é arriscado cair e quebrar uma perna, um braço", lamenta ele.

O vigilante Carlos André fez uma cirurgia recentemente e afirma que é complicado para sair de casa: "Não tem condições de subir a escadaria. Então eu subi por um beco que é ainda mais complicado, porque tem mais terra e mais problemas".

O projeto de requalificação do Monte foi dividido em duas etapas, mas a segunda etapa ainda está no papel. De acordo com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, os investimentos continuarão. "Nós vamos continuar os investimentos sim. Estamos fazendo um projeto de parte das escadarias secundárias. É um compromisso com o povo do morro Bom Jesus", afirmou ela.

Confira a reportagem:

Moradores reclamam de situação de escadaria do Monte Bom Jesus

  • 20/08/2019 11:27
Recentemente, o Monte Bom Jesus, em Caruaru, no agreste, foi requalificado. O local é um dos principais pontos turísticos do município. No aniversário da cidade, 18 de maio do ano passado, a obra entregue à população, mas quem mora na parte de baixo do morro transita diariamente por escadarias em péssimo estado de conservação. 2 minutos e 49 segundos