Residências

Apartamentos do Minha Casa Minha Vida estão sendo alugados em Caruaru

Prática é proibida na assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 27/08/2019 às 19:03
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Alguns apartamentos do Residencial Luiz Bezerra Torres, do Minha Casa Minha Vida, estão sendo alugados em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No conjunto habitacional de 60 blocos, também há alguns apartamentos abandonados e outros sendo feitos de estabelecimento comercial, práticas proibidas.

"Tem bastante, é bem grande a procura por aluguel. Não pode, quando a gente adquiriu a chave do imóvel, a gente assinou um contrato perante a Caixa, e lá tem suas cláusulas, que não pode comercializar, não pode vender, não pode modificar a estrutura", relatou a auxiliar administrativo Marcela Florêncio.

No Residencial Xique Xique, a situação é semelhante: várias casas estão abandonadas, com mato ao redor, e com a estrutura danificada. Isto faz com que o risco de assaltos nas ruas do residencial aumente.

Moradora do residencial, Daniele Souza reclama da situação da área. "Tem duas casas que é um matagal, muito lixo na porta. A gente compra a casa, investe tanto, querendo uma vida melhor, e a rua numa situação dessas. O Xique Xique está esquecido", lamenta. A insegurança também é um problema apontado pelos moradores.

Outra exigência da Caixa Econômica Federal é que o beneficiário não pode modificar a estrutura das casas. Por lá, alguns imóveis também estão sendo transformados em comércios.

Reintegração de posse

Na semana passada, a Caixa, que é responsável pela administração dos residenciais, recebeu várias denúncias de irregularidades sobre a ocupação de unidades no residencial Alto do Moura.

Alguns beneficiários foram notificados e o banco iniciou um processo de reintegração de posse em 98 apartamentos. As unidades retomadas serão destinadas a outras famílias que se encaixam nas exigências do programa.

Mais Lidas