Homicídio

Mãe é suspeita de matar filha com tiro na cabeça em Toritama

Também foram encontradas drogas na residência da suspeita

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 06/09/2019 às 7:48
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Uma mãe é suspeita de matar a própria filha de 10 meses a tiros nessa quinta-feira (5) no bairro Novo Alvorecer Toritama, no agreste pernambucano. Em depoimento para a Polícia Militar, a mulher, de 25 anos, contou que sofre de depressão pós parto e tinha rejeitado a filha desde que ela nasceu.

Segundo informações, a mulher chegou em casa após passear com a filha. Em um determinado momento, a mãe acabou atirando contra a cabeça da filha. A mãe da suspeita contou para a TV Jornal Interior como foi a noite em que o crime aconteceu: "Eu estava na cozinha fazendo a janta. Eles saíram para passear com a criança. A menina chegou com um brinquedo na mão. Milha filha pediu para que eu ficasse com a filha para ela ir ao banheiro, eu peguei. Depois eu devolvi e não vi mais para onde ela foi. Foi um tiro meio abafado, eu corri e perguntei o que havia acontecido ao marido dela".

A mãe da bebê disse à TV Jornal Interior que gostava da filha e se disse arrependida. "Não pensei momentos antes. Eu sempre tratava bem (minha filha), mas infelizmente fiz isso", contou.

Material apreendido
Material apreendido
Divulgação/Polícia Militar

De acordo com a Polícia Militar, a arma utilizada no crime é pertencente ao companheiro da suspeita. Ele contou que tinha a arma em casa para a segurança da família. Além da arma, também foram encontrados na casa uma balança de precisão, duas porções de maconha e 108 porções de cocaína. Todo material foi apreendido.

Os envolvidos e o material foram encaminhados para a delegacia, onde serão tomadas a medidas cabíveis. A polícia segue investigando o caso.

Notícias policiais da TV Jornal Interior

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal Interior.

Mais Lidas