menu

Reforma Tributária vai apresentar taxa de 0,40% em saques e depósitos

Governo também prepara mudanças no Imposto de Renda, diz secretário adjunto da Receita Federal

Dinheiro estará na conta do contribuinte no dia 16 deste mês
Governo também prepara mudanças no Imposto de Renda, diz secretário adjunto da Receita Federal (Marcello Casal/Agencia Brasil)

O governo federal vai enviar uma proposta de criação da Contribuição sobre Pagamentos (CP) para desonerar gradualmente a folha. A medida foi confirmada pelo secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo Silva, em palestra no Forúm Nacional Tributário.

De acordo com o secretário, a alíquota do novo tributo será de 0,20% no débito e no crédito financeiro e de 0,40% para o saque ou para o depósito em dinheiro. Outros detalhes da proposta de reforma tributária preparados pela equipe de Jair Bolsonaro também foram detalhados por Marcelo. De acordo com ele, a ideia é desonerar a folha salarial e o IOF, apresentar um Contribuiçpão sobre Bens e Serviços (CBS) para unificar PIS e Confins, servindo através de uma alíquota de 11%.

Outros benefícios, como a Zona Franca de Manaus e o Simples devem ser mantidos. O ministro Paulo Guedes estaria convencido de que uma desoneração na folha de pagamentos dos trabalhadores formais incentivaria a criação de novas vagas de mercado.

Silva também alertou que o governo prepara mudanças no Imposto de Renda.