Economia

Reforma Tributária vai apresentar taxa de 0,40% em saques e depósitos

Governo também prepara mudanças no Imposto de Renda, diz secretário adjunto da Receita Federal

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 10/09/2019 às 17:18
NOTÍCIA
Marcello Casal/Agencia Brasil
FOTO: Marcello Casal/Agencia Brasil
Leitura:

O governo federal vai enviar uma proposta de criação da Contribuição sobre Pagamentos (CP) para desonerar gradualmente a folha. A medida foi confirmada pelo secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo Silva, em palestra no Forúm Nacional Tributário.

De acordo com o secretário, a alíquota do novo tributo será de 0,20% no débito e no crédito financeiro e de 0,40% para o saque ou para o depósito em dinheiro. Outros detalhes da proposta de reforma tributária preparados pela equipe de Jair Bolsonaro também foram detalhados por Marcelo. De acordo com ele, a ideia é desonerar a folha salarial e o IOF, apresentar um Contribuiçpão sobre Bens e Serviços (CBS) para unificar PIS e Confins, servindo através de uma alíquota de 11%.

Outros benefícios, como a Zona Franca de Manaus e o Simples devem ser mantidos. O ministro Paulo Guedes estaria convencido de que uma desoneração na folha de pagamentos dos trabalhadores formais incentivaria a criação de novas vagas de mercado.

Silva também alertou que o governo prepara mudanças no Imposto de Renda.

Mais Lidas