menu

Caruaru registrou média de 300 roubos por mês de janeiro a julho

Dados são da Secretária de Defesa Social

Caruaru registrou média de 300 roubos por mês de janeiro a julho
Caruaru registrou média de 300 roubos por mês de janeiro a julho (Reprodução/Por Dentro/TV Jornal Interior)

Em Caruaru, no agreste de Pernambuco, ir e voltar do trabalho tem deixado a população assustada por conta dos altos números de assaltos.

No início de setembro, um entregador de pizza foi assaltado durante a noite enquanto fazia entrega em um bairro do município. Segundo um outro entregador de lanches que preferiu não se identificar, quem atua nessa área à noite fica mais vulnerável às ações criminosas. "Quando fui fazer uma entrega na casa de uma cliente, assim que entreguei o pedido, eles já estavam me abordando", afirmou.

Nesta terça-feira (10), um funcionário de uma instituição filantrópica foi assaltado numa rua vizinha ao complexo de segurança que inclui o 4º Batalhão da Polícia Militar e sete delegacias.

Já um homem relatou que foi assaltado dentro de um ônibus lotado. "Ele colocou a mão por baixo do casaco e pediu o celular. Na hora eu pensei em gritar, mas o nervosismo foi tão grande que fiquei sem fôlego'', disse.

Dados

De acordo com a Secretária de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), de janeiro a julho deste ano ocorreram 2.433 crimes contra o patrimônio em Caruaru, uma média de 300 furtos e roubos por mês. Mas, os números podem ser maiores, pois muitos roubos não são registrados.

Confira na reportagem do 'Por Dentro' programa da TV Jornal Interior 

Caruaru registrou média de 300 roubos por mês de janeiro a julho

  • 11/09/2019 18:04
Em Caruaru, no agreste de Pernambuco, ir e voltar do trabalho tem deixado a população assustada por conta dos altos números de assaltos. 2 minutos e 40 segundos