Procuração

Após reclamar de salário "miserê" de R$ 24 mil, procurador pede licença médica

Procurador Leonardo Azeredo dos Santos está de licença médica

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 12/09/2019 às 9:50
NOTÍCIA
Reprodução/Redes Sociais
FOTO: Reprodução/Redes Sociais
Leitura:

O procurador Leonardo Azeredo dos Santos, do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), está de licença médica. O magistrado causou polêmica durante essa semana após viralizar nas redes sociais com um áudio no qual reclama do salário de R$ 24 mil por mês.

Na manhã dessa quarta-feira (11), o procurador geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, disse que o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) não compactua com a declaração. “Sabemos que a maior parte da população é carente e pobre. É para essa população que o MPMG tem trabalhado incansavelmente combatendo a corrupção, defendendo a saúde e os mais pobres”, comentou.

Polêmica

Um questionamento inusitado tomou conta das redes sociais na última segunda-feira (9). Em áudio divulgado por uma rádio, o procurador Leonardo Azeredo dos Santos reclamou do salário de R$ 24 mil que recebe. Na gravação, o procurador se refere ao valor como um "miserê".

Após descrever o salário como um "miserê", o procurador revelou que estava diminuindo custos para conseguir sobreviver com o salário. "O senhor me desculpe o desabafo, eu estou fazendo a minha parte. Eu estou deixando de gastar R$ 20 mil de cartão de crédito e estou passando a gastar R$ 8 [mil], para poder viver com os meus R$ 24 mil”, disse o procurador. 

Mais Lidas