menu

Região italiana paga R$ 3 mil por mês a quem morar em cidades do local

Moradores devem investir na região para receber o benefício

Moradores devem investir na região para receber o benefício
Moradores devem investir na região para receber o benefício (Reprodução/NE10 Interior)

A região de Molise, que fica no sul da Itália, está oferecendo o valor mensal de 700 euros (cerca de R$ 3,1 mil) para morar no local durante três anos. A ideia é levar novas pessoas para lá e encher cidadades "vazias", que tem menos de 2 mil habitantes.

Entretanto, a ideia não é simples: o novo morador deve se comprometer a investir e abrir um novo negócio, investindo na área. Caso o possível residente comprove as informações, ele já estará apto a receber o benefício. Ao todo, o governo está sendo investido 1 milhão de euros no projeto.

Em entrevista ao jornal La Reppublica, o governador da região Donato Toma disse que é importante fazer com que as pessoas invistam na região. "Queremos fazer mais. Queremos que as pessoas invistam aqui. Quem vier pode abrir qualquer tipo de negócio. É uma maneira de dar vida às nossas terras e também de aumentar a população", explicou.

Outros investimentos

Cada localidade subpovoada deverá receber, além dos incentivos individuais, 10 mil euros por mês para investir em atividades culturais e infraestrutura. O governador de Molise diz que as pessoas precisam de infraestrutura, também, para ficar no local. “caso contrário, voltaremos onde estávamos há alguns anos”, afirma Toma.

Molise possui cerca de 350 mil habitantes e, nos últimos anos, vem sofrendo uma perda gradativa de moradores.