Protesto

Moradores protestam pela volta de serviços bancários em Passira

Banco do Brasil da cidade está funcionando apenas com serviços de ordem administrativa

Alfredo Neto
Alfredo Neto
Publicado em 19/09/2019 às 9:41
NOTÍCIA
Marcelo Camargo/Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

Moradores, agricultores e comerciantes do município de Passira, no agreste pernambucano, estão mobilizando uma manifestação para cobrar a reabertura total da agência do Banco do Brasil. Na sexta-feira, dia 27 de setembro, eles sairão pelas ruas da cidade cobrando empenho de representantes públicos e da instituição financeira. A programação prevê concentração às 8h no Centro do Bordado, às margens da PE 95. Em seguida, caminhada pelas ruas do centro comercial, com paradas na Câmara de Vereadores, sede da prefeitura e culminância na porta da agência.

Atualmente, o Banco do Brasil de Passira funciona apenas com alguns serviços de ordem administrativa. A agência não trabalha com numerário e alguns funcionários foram transferidos. Os clientes reivindicam, principalmente, pelo retorno de saques e depósitos. Em agosto de 2016, os caixas eletrônicos da agência foram explodidos. Houve a reforma do prédio e o retorno do funcionamento em sua totalidade. Mas em janeiro de 2018, o banco voltou a ser alvo de explosão e furto, e até o momento não houve mais a oferta de todos os serviços.

Antônio Costa, morador de Passira e um dos líderes do movimento, alertou, na Rádio Jornal Limoeiro, para a queda no movimento do comércio local e perigos que aposentados correm ao se deslocar para receber em outras cidades. Ele relatou o fato de um primo que viajou a Limoeiro para sacar a aposentadoria da mãe e acabou assaltado quando seguia para o ponto de transporte alternativo. Ele também disse que muitos comerciantes reclamam da queda no movimento por conta da ausência da movimentação financeira na agência bancária.

Mais Lidas