menu

Governo do Estado contrata consultor para ‘ajudar’ APAC na previsão do tempo

A ideia por trás da oportunidade seria melhorar o número de acertos da agência

A baixa taxa de acertos da agência teria estimulado a decisão
A baixa taxa de acertos da agência teria estimulado a decisão (Reprodução/NE10 Interior)

O Governo do Estado está realizando uma contratação de um consultor para "ajudar" no treinamento dos metereologistas da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC). A ideia por trás da oportunidade seria melhorar o número de acertos da agência.

Segundo dados da contatação o consultor vai receber R$ 77 mil por seis meses de treinamento em metereologia. O contrato seria realizado através da Compesa e autorizado pela engenheira Manuela Marinho, nova presidente da estatal pernambucana de águas e saneamento.

Segundo as redes sociais, com direito a muitos memes, a APAC “erra muito” na previsão do tempo no Recife. Durante o inverno, Recife sofreu com diversos dias de chuva que não foram previstos pela APAC. O acontecimento teria estimulado a medida, segundo o Blog de Jamildo.

Veja as explicações da Apac

A contratação de consultores e o investimento em treinamento é uma atividade normal e rotineira em todos os setores do Serviço Público e tem o objetivo promover a melhoria constante da qualidade dos serviços prestados à população pernambucana.

Dessa forma, a Agência Pernambucana de águas e Clima – Apac investe regularmente no aprimoramento das ferramentas utilizadas pelos técnicos da instituição.

A licitação para contratação do consultor individual para aperfeiçoamento da operação do radar meteorológico foi realizada através do Programa de Sustentabilidade Ambiental – PSA, com financiamento do Banco Mundial, no valor de R$ 77mil e prazo de execução de seis meses.

O objetivo da contratação da consultoria é aprimorar o trabalho através do radar meteorológico, uma das ferramentas utilizadas pela Apac, com dados customizados para Pernambuco, para realização da previsão de tempo.

Vale salientar que além do Radar, são utilizadas para o monitoramento e previsão meteorológica no Estado, uma rede de estações meteorológicas, agrometeorológicas, pluviômetros convencionais e automáticos, antenas para recepção de imagens de satélites meteorológicos, bem como modelos regionais de previsão, além das informações compartilhadas com outros centros.

O Radar meteorológico da Apac está instalado no município de Chã Grande, com raio de ação de aproximadamente 250km, permitindo a observação não só de Recife, mas sim das regiões do Litoral/Mata, Agreste e parte do Sertão (até Salgueiro). A integração dos dados gerados pelo radar é somada com os radares existentes em Petrolina-PE, Maceió-AL, Natal-RN e Salvador-BA, instalados pelo Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais – Cemaden, do Governo Federal.