Caruaru

Audiência Pública debate programa de saneamento ambiental em Caruaru

Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, vereador EdJailson da Caruforró falou sobre a proposta

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 25/09/2019 às 11:25
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Em audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira (25) na Câmara de vereadores de Caruaru foi discutido o programa de saneamento ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca, que corta cidades do agreste e sertão de Pernambuco. Na ocasião, a Compesa, vereadores e a sociedade caruaruense discutiram também o projeto janelas para o Rio, anunciado pelo governador Paulo Câmara no começo de Setembro.

A audiência foi proposta pelo vereador Edjailson da Caruforró. Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, o parlamentar falou sobre a proposta. "Nós estamos aqui com essa audiência pública, junto ao pessoal da compesa de Recife, da compesa de Caruaru porque nós sabemos que tem 250 milhões de verba nos cofres da compesa para se investir no PSA Rio Ipojuca de Caruaru. Sabemos que foi assinado o projeto Janelas para o Rio, dos bairros São José, Rendeira. Não adianta ter o janelas para o rio se temos outros canais de outras ruas que jogam o esgoto no rio", comentou.

Ainda segundo o parlamentar, existe uma preocupação do governo do estado com a região e já estão sendo realizado esforços para garantir o saneamento. "Nós pedimos que seja saneado Luis Mariano, Queimadinhas, Novo mundo, Copacabana e outros loteamentos onde correm esgotos a céu aberto. Creio que essa audiência pública vai trazer muito efeito porque já existe uma posição do governador Paulo Câmara voltado para o Saneamento Básico de Caruaru", explicou.

Na reunião também foi debatido o esgoto investimento realizado na área através do projeto Janelas para o Rio, do governo do Estado. "Como é que vai fazer o investimento de R$ 6 milhões na localidade e você não vai ter condições de fazer um piquenique à beira do Rio? Tem que passar uma rede de esgoto no local", disse.

Ouça a entrevista

Mais Lidas