Tragédia

Jovem morre ao manusear explosivo em área de treinamento do Exército

Adolescente entrou em área proibida

Agência Brasil Agência Brasil
Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 25/09/2019 às 7:46
NOTÍCIA
Foto: Divulgação
FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O adolescente Nathan Leandro da Silva Lopes, de 15 anos, morador da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, morreu no final da tarde dessa segunda-feira (23) quando entrou em uma área de Campo de instrução de Gericinó em companhia de dois amigos. O local é uma área de treinamento do Exército, com placas indicando o acesso proibido. 

Natahan e os dois amigos encontraram um artefato explosivo no solo. Nathan pegou o explosivo na mão e começou a manuseá-lo. A granada explodiu matando Nathan na hora e ferindo um colega dele, que foi levado pelo Exército para o Hospital da Vila Militar.

Nota

Em nota, o Comando Militar do Leste (CML) informou que a área é destinada à instrução militar,  incluindo tiro com armamento pesado, granadas e explosivos. Seu acesso possui sinalização de advertência, alertando para a proibição e o perigo da transposição. “Durante o deslocamento pela área, os menores encontraram artefatos militares. Ao removerem indevidamente os artefatos do solo e efetuarem a sua manipulação, um deles veio a explodir. A onda explosiva feriu mortalmente um deles e infligiu ferimento de menor gravidade em outro. O terceiro menor nada sofreu”.

O comunicado diz ainda que a Polícia do Exército foi acionada para realizar a perícia no local. O adolescente ferido foi levado para o Hospital da Vila Militar, onde foi medicado e passa bem. 

Nathan  morava no bairro Nossa Senhora de Fátima e era aluno da Escola Municipal Mikhail Jarjous, em Nilópolis, onde cursava a 7ª fase do Ensino Fundamental.

Mais Lidas