Saúde

Cigarro eletrônico faz mal? Pesquisas investigam supostas lesões

Foram analisadas biópsias pulmonares de 17 pacientes

Agência Brasil Agência Brasil
Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 04/10/2019 às 8:29
NOTÍCIA
(Banco Mundial/ONU)
FOTO: (Banco Mundial/ONU)
Leitura:

Pesquisadores nos Estados Unidos realizaram estudos para entender uma pergunta antiga entre os fumantes: cigarro eletrônico faz mal? Os cientistas americanos afirmam que danos nos pulmões de pessoas que sofrem de uma doença respiratória, possivelmente relacionada a cigarros eletrônicos, parecem aqueles provocados pela inalação de substâncias químicas tóxicas. Os pesquisadores publicaram as descobertas esta semana no periódico New England Journal of Medicine.

Eles analisaram a biópsia de tecidos pulmonares de 17 pacientes, que teriam sofrido lesões nos pulmões devido ao uso de cigarros eletrônicos. Todos os pacientes apresentavam danos em tecidos pulmonares similares aos causados pela inalação de substâncias tóxicas. Os estudiosos acrescentaram que não conseguiram determinar uma causa específica por enquanto.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, até a terça-feira (1), tinham sido registrados 1.080 casos de lesões pulmonares associadas a cigarros eletrônicos, e 18 mortes.

Alguns estados americanos proíbem a venda de cigarros eletrônicos com substâncias aromáticas. Medidas em outros países incluem a aprovação em setembro, na Índia, da proibição de venda, importação e produção de cigarros eletrônicos.

Mais Lidas