Política

Projeto de lei aumenta número de vereadores em Garanhuns

Moradores da cidade têm opiniões divergentes sobre aumento

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 04/10/2019 às 10:26
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O projeto de lei que prevê o aumento do número de vereadores de Garanhuns, no agreste pernambucano, foi aprovado. Atualmente, a cidade tem uma população de mais de 140 mil pessoas e a representação de 13 vereadores.

Após a aprovação do projeto de lei de autoria do vereador Alcino Correira (PC do B), com a emenda parlamentar do vereador Marinho de Estiva (PHS), esse número aumentará para 17 vereadores nas próximas eleições.

"A proposta inicial foi do vereador Alcino Correia, só que fizemos reuniões com populares pré-candidatos a vereador nas próximas eleições e presidentes de partidos. Nos reunimos para colocar a emenda para 17 vereadores para melhorar a fiscalização, melhorar apoio na cidade enquanto vereador", explicou o vereador Marinho da Estiva.

Em Garanhuns, cada vereador ganha o salário de R$ 12.400 por mês. Segundo o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Daniel Silva, o orçamento não ficará comprometido por causa do aumento: "O impacto financeiro não vai ter. Não haverá nenhuma alteração financeira".

Os moradores da cidade têm opiniões diversas em relação ao aumento. Há quem concorde ou discorde. "Eu acho desnecessário pela questão do tamanho da cidade e o número de obras que vemos inacabadas", explica um morador.

O advogado municipalista Giorgio Gonzales afirma que não há irregularidade porque aumento é permitido pela constituição. "Diz a constituição que municípios com 120 mil e 160 mil habitantes podem ter até 19 vereadores. Essa alteração está de acordo com constituição", conta.

Veja a reportagem:

Mais Lidas