Atraso salarial

Salários atrasados causam revolta em servidores municipais de Belo Jardim

Segundo um funcionário do município, ele já não sabe como honrar seus compromissos

Levi Xavier
Levi Xavier
Publicado em 07/10/2019 às 17:37
NOTÍCIA
Reprodução/O Povo na TV/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/O Povo na TV/TV Jornal Interior
Leitura:

Os trabalhadores contratados da área da saúde na cidade de Belo Jardim, no agreste de Pernambuco, estão com salários atrasados a quase três meses. Os concursados do município já foram pagos, mas não receberam a gratificação.

De acordo com um trabalhador da área da saúde, que não quis se identificar, seu salário está atrasado há três meses e não sabe o que fazer para pagar suas despesas. "Já procuramos a promotoria, mas nada se resolve. Ou seja, o poder público está brincando com a população daqui. Entra três verbas por mês são 10,20 e 30 e o valor estimado é de R$ 18 milhões, mas não sabe o porque desse atraso", disse.

Segundo uma outra contratada que também está sem o pagamento e não quis se identificar, os gastos de sua casa estão sendo pagos com o dinheiro do seu esposo."Pedimos providências do Ministério Público para que veja alguma solução para esse atraso que já vai entrar no terceiro mês. O secretário de saúde não se manifesta, não diz nada. Precisamos do nosso salário porque trabalhamos", comentou.

De acordo com o secretário de gestão pública, Wilson Maciel, a prioridade para o pagamento está sendo realizada pelo prefeito. "Discordo dos meses em atraso. Estamos a alguns meses com dificuldades em caixa. A prefeitura tem honrado a folha com os funcionários efetivos, contratados da educação e outras secretarias. Além dos comissionados e inativos. O caso da saúde é um caso pontual e acredito que em poucos meses iremos regularizar a folha", disse.

A folha de pagamento dos funcionários da área da saúde de Belo Jardim é de R$ 1 milhão e 200 mil reais. Com isso, o município é responsável por 16,6% das despesas com o setor. Os demais repasses é responsabilidade do Ministério da Saúde.

Dados

Segundo os dados do site 'Tome Conta' do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), as despesas do Fundo Municipal de Saúde da cidade chegam a quase R$ 25 milhões e meio.

Confira na reportagem do "O Povo na TV" da TV Jornal Interior

Mais Lidas