menu

"Eu tinha tanto cuidado com ela" diz mãe de criança que morreu afogada em tanque

Família encontrou menina dentro de reservatório

Familiares se emocionam com morte de menina de Jataúba
Familiares se emocionam com morte de menina de Jataúba (Reprodução/TV Jornal Interior)

A manhã desta terça-feira (15) foi de muita tristeza para os familiares da criança de 1 ano de 4 meses que morreu após se afogar em um tanque na zona rural de Jataúba, no agreste pernambucano.

Laura Sophia Rodrigues se afogou em um taque na tarde dessa segunda-feira (14). A família sentiu falta da menina, foi procurá-la e encontrou ela boiando dentro do reservatório. "Eu senti falta dela, corri para o tanque e vi ela boiando. Eu tinha tanto cuidado com ela, não sei se ela saiu pelo portão da frente ou de atrás", conta Amara Teresa Rodrigues, mãe da menina.

Um dos irmãos da criança chorou ao segurar a boneca que a irmã ganhou no Dia das Crianças. Ele estava inconformado e não conseguia acreditar na fatalidade que aconteceu.

O padrasto de Laura, José Erenilson de Almeida, tentou reanimá-la, mas ela já estava sem vida quando chegou ao hospital da cidade. "Quando a mulher disse que ela estava desmaiada, eu fiz de tudo. Fiz as flexões no coração, fiz respiração boca-a-boca. Infelizmente ela não resistiu", lamentou ele.

Uma vizinha da família conhecia a criança e também ficou muito triste com o ocorrido por ser próxima da menina. "Ela sempre ia para minha casa porque minha filha levava ela para brincar. Ela era muito querida por todos. Nós gostamos muito dos familiares dela. É uma tristeza muito grande", afirma Nairã Patrícia, vizinha da família de Laura.

De acordo com informações dos familiares, o velório acontecerá na casa do avô da menina. O sepultamento será realizado em Jataúba.

Veja a reportagem:

Familiares se emocionam com morte de menina de Jataúba

  • 15/10/2019 12:35
A manhã desta terça-feira (15) foi de muita tristeza para os familiares da criança de 1 ano de 4 meses que morreu após se afogar em um tanque na zona rural de Jataúba, no agreste pernambucano. 2 minutos e 25 segundos