Meio Ambiente

Praias atingidas por óleo em Tamandaré são limpas no fim de semana

Voluntários, Marinha, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar se uniram para limpar praias

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 21/10/2019 às 8:47
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O final de semana foi de muita limpeza e trabalho árduo nas praias atingidas por manchas de óleo em Tamandaré, no Litoral pernambucano. O trabalho em conjunto começou nessa sexta-feira (18) e continua. Voluntários, marinha, corpo de bombeiros e Polícia Militar se juntaram para retirar as manchas que estavam na areia.

O Padre Arlindo Júnior estava ajudando no trabalho e falou sobre a importância da mobilização: "Nós acordamos com um sentimento de tristeza muito grande. O segredo é simples: colocar a mão na massa. Conseguimos tirar uma boa quantidade".

Na praia dos Carneiros, os bares e restaurantes estavam quase vazios. O gerente de restaurante Vilson Victor explica que os turistas estavam com receio de ir à praia por causa da população. "Nós esperávamos grupos hoje e amanhã e foi cancelado. Uma fatalidade para todos nós aqui da praia".

Na praia Boca da Barra, foram instaladas redes de contenção para tentar impedir que o óleo invadisse os rios e os mangues, mas não foram suficientes. A mancha conseguiu atingir os manguezais, preocupando ainda mais as pessoas porque o óleo ficaria ainda mais difícil de ser removido. Voluntários, corpo de Bombeiros e Marinha estão trabalhando para tentar resolver a situação.

Além dos impactos para o meio ambiente e o turismo, a manchas de óleo também prejudicam os pescadores da região. Jackson Carvalho, pescador, encontrou peixes mortos. "Nunca imaginamos que isso aconteceria na área da gente. É a primeira vez que vejo isso", lamenta.

O resíduo das praias foi colocado em sacos plásticos e colocados em aterros longe do mar. Durante a semana, serviços de contenção continuarão sendo instalados para tentar evitar o avanço das manchas de petróleo.

Veja a reportagem:

Manchas de óleo

Manchas de petróleo tem surgido em praias do Nordeste e impressionado turistas em pelo menos 109 locais. O caso vem acontecendo desde o início de setembro e a substância tem sido avistada em pelo menos nove estados da região. A única exceção é o estado da Bahia. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a substância é hidrocarboneto, derivado de petróleo.

Em Pernambuco, as manchas foram avistadas nas praias de Boa viagem, no Recife; Candeias, em Jaboatão dos Guararapes; Gamboa, em Ipojuca; Del Chifre, em Olinda; Ilha de Cocaia e Paiva, em Cabo de Santo Agostinho; Carneiros e Tamandaré. Tartarugas e outros animais marinhos foram afetados. No início de Setembro, foi encontrado um Golfinho morto na praia de Tamandaré, no litoral sul de Pernambuco. A ligação entre o caso e as manchas ainda não foi investigada, entretanto, o animal apresentava piche ao redor do corpo.

Conforme informações divulgadas pela revista Época, um laudo sigiloso teria sido encaminhado para o Ibama pela Petrobras, apontando que a mancha seria de Petróleo da Venezuela.

Mais Lidas