menu

Como funciona um carro elétrico? Conheça o futuro da mobilidade

Silêncio, potência e mobilidade limpa chamam atenção para a novidade

A ideia é que o veículo possa ser emplacado e vendido como um carro de uso pessoal, familiar e de trabalho
A ideia é que o veículo possa ser emplacado e vendido como um carro de uso pessoal, familiar e de trabalho (Antonio Virginio Neto/NE10 Interior)

Tamanho compacto, força no motor e possibilidade de recarga em casa. O carro elétrico surpreende pelas vantagens de locomoção sem poluir o meio ambiente e oferece uma possibilidade para acalmar a vida turbulenta da cidade grande. Aliando alta tecnologia às funcionalidades do dia-a-dia, o veículo conhecido como Tuka Motors é silencioso e dispensa a preocupação com o preço de combustíveis por ser 100% elétrico. 

Veja também

Com motor elétrico de 1200 watts, o carro opera utilizando-se de 60 volts de potência. O veículo atinge cerca de 40 km por hora e possui uma autonomia de cerca de 60 km, devido a baterias de chumbo ácido.  A recarga acontece de forma semelhante à de um aparelho de celular, com um único carregador alimentando um conjunto de baterias. Após ser totalmente drenada, a recarga é lenta para garantir uma maior absolvição do conteúdo e dura até 6 horas.  

Segundo o doutor em engenharia Jonatas Nascimento, apesar da fama de futurístico, o carro elétrico é uma realidade tecnológica da atualidade. "A percepção dos problemas da sociedade e a sua resolução é uma das grandes funções da engenharia e, a partir de uma ideia como o carro elétrico, solucionar. O carro elétrico eu não digo que é o futuro, eu digo que é o presente. Precisamos de uma solução inteligente, ambientalmente correta para que a gente possa resolver o problema da mobilidade urbana", comentou. 

Autorizações ainda precisam ser emitidas para legalizar o uso do veículo nas ruas. A ideia é que o carro elétrico possa ser emplacado e vendido como um veículo de uso pessoal, familiar e de trabalho. Diferentes modelos devem ser anunciados assim que o processo for legalizado.

Totalmente feito no Nordeste, o veículo também dispõe de um modelo com bagageiro para um possível uso em carregamento de cargas. Apesar do tamanho compacto, o motor já foi capaz de carregar, em testes, oito pessoas e um veículo de médio porte. Com fama de "corajoso", os criadores do veículo citam o carro como um auto-móvel capaz de "topar qualquer parada". 

Veja Vídeo