menu

Polícia Federal faz operação para apurar crimes contra Previdência Social em PE

Ação apura fraudes em benefícios de aposentadoria

Polícia Federal faz operação em Pernambuco
Polícia Federal faz operação em Pernambuco (Divulgação/Polícia Federal)

Foi deflagrada na manhã dessa terça-feira (22) pela Polícia Federal de Pernambucano a Operação "Déjá-Vu". A ação buscava apurar crimes contra a Previdência Social ligados à concessão fraudulenta de benefícios de aposentadorias por idade e pensões por morte para segurados especiais na condição de trabalhador rural.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Bom Jardim, no Agreste pernambucano. Também houve a determinação judicial de suspensão de uma aposentadoria e afastamento das funções da servidora que concedeu os benefícios previdenciários.

Investigações

As investigações começaram em 2016 e conseguiram identificar irregularidades como declarações de atividade rural ideologicamente falsas, utilização de documentos falsos e inserção de dados no sistema atestando indevidamente a qualidade de trabalhador rural – segurado especial. Os investigados vão responder pelos crimes de estelionato majorado, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação.

De acordo com Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) estima-se um prejuízo aproximado de R$ 600 mil com o pagamento dos benefícios obtidos de forma indevida.