Ação policial

Polícia Federal faz operação para apurar crimes contra Previdência Social em PE

Ação apura fraudes em benefícios de aposentadoria

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 23/10/2019 às 10:15
NOTÍCIA
Divulgação/Polícia Federal
FOTO: Divulgação/Polícia Federal
Leitura:

Foi deflagrada na manhã dessa terça-feira (22) pela Polícia Federal de Pernambucano a Operação "Déjá-Vu". A ação buscava apurar crimes contra a Previdência Social ligados à concessão fraudulenta de benefícios de aposentadorias por idade e pensões por morte para segurados especiais na condição de trabalhador rural.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Bom Jardim, no Agreste pernambucano. Também houve a determinação judicial de suspensão de uma aposentadoria e afastamento das funções da servidora que concedeu os benefícios previdenciários.

Investigações

As investigações começaram em 2016 e conseguiram identificar irregularidades como declarações de atividade rural ideologicamente falsas, utilização de documentos falsos e inserção de dados no sistema atestando indevidamente a qualidade de trabalhador rural – segurado especial. Os investigados vão responder pelos crimes de estelionato majorado, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação.

De acordo com Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) estima-se um prejuízo aproximado de R$ 600 mil com o pagamento dos benefícios obtidos de forma indevida.

Mais Lidas