menu

Ambulantes insatisfeitos após audiência pública ser rejeitada na Câmara de Caruaru

Treze vereadores votaram contra e três a favor; um se absteve

Ambulantes serão realocados no projeto Comércio na Praça
Ambulantes serão realocados no projeto Comércio na Praça (Reprodução/TV Jornal Interior)

Os ambulantes de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, ficaram insatisfeitos na tarde desta quinta-feira (24) após os vereadores rejeitarem a realização de uma audiência pública para debater a mudança de local dos vendedores. Treze vereadores votaram contra, três a favor e um se absteve. A decisão causou revolta e tumulto na plenária e o clima foi tenso.

O vereador Bruno Lambreta, que votou contra, disse que a realização de uma audiência não resolveria o problema. "Já teve audiência pública na Casa, houve uma grande audiência pública na Fafica com mais de 600 ambulantes, então eu fui transparente", argumentou.

Vereador da oposição, Daniel Finizola (PT) foi quem apresentou a proposta para a realização da audiência. "Todas as pautas que a gente apresentou na gestão até agora, nenhuma o governo avançou, foi inflexível em relação a todas elas", disse.

Ambulantes insatisfeitos após audiência pública ser rejeitada na Câmara de Caruaru

  • 24/10/2019 19:57
Os ambulantes de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, ficaram insatisfeitos na tarde desta quinta-feira (24) após os vereadores rejeitarem a realização de uma audiência pública para debater a mudança de local dos vendedores. Treze vereadores votaram contra, três a favor e um se absteve. A decisão causou revolta e tumulto na plenária e o clima foi tenso. 1 minuto e 22 segundos

A Prefeitura de Caruaru definiu como o fim de outubro o prazo final para que os vendedores ambulantes saiam das principais ruas do centro da cidade e sigam para os locais do "Comércio na Praça". Os vendedores também reclamam do tamanho dos locais em que irão comercializar.

Reunião com o MPPE

Na manhã desta quinta-feira (24), uma comissão que representa os ambulantes participou de uma reunião no Ministério Público (MPPE). A categoria apresentou à promotora Gilka Miranda os impasses e reivindicações em torno da transferência deles de local.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que os representantes da gestão estiveram no MPPE e apresentaram o planejamento e cronograma do Comércio na Praça. A nota reafirma que a realocação dos ambulantes será mantida até o fim de outubro. A prefeitura disse ainda que o prazo definido foi apresentado desde fevereiro.

Ambulantes e prefeitura discutem projeto Comércio na Praça com MPPE

  • 24/10/2019 20:05
Uma comissão de vendedores ambulantes e uma representante da Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, participaram de uma reunião com o Ministério Público nesta quinta-feira (24). 3 minutos e 20 segundos