menu

Jair Bolsonaro chega na China para assinar acordos

Os dois presidentes comentaram as intenções de ampliar o comércio das duas nações

Presidente Jair Bolsonaro participou de culto na Câmara dos Deputados
Os dois presidentes comentaram as intenções de ampliar o comércio das duas nações (Valter Campanato/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro se encontrou nesta sexta-feira (25), com o presidente chinês, Xi Jinping, no Grande Palácio do Povo, em Pequim. A razão do encontro é assinar diversos acordos e memorandos entre o Brasil e a China, de entendimentos nas áreas de política, ciência e tecnologia e educação, economia e comércio, energia e agricultura.

Os dois presidentes comentaram as intenções de ampliar o comércio das duas nações e diversificar o intercâmbio de produtos. Também foi pauta a possível cooperação com as políticas de desenvolvimento e investimento; do Brasil pelo Programa de Parceria de Investimento (PPI) e a Iniciativa do Cinturão e da Rota da China.

Em 2018, o fluxo de comércio entre os dois países teve uma marca história de US$ 98,9 bilhões, sendo a China o maior parceiro do Brasil nessa área. O país asiático é também um dos principais fornecedores de investimento em áreas como infraestrutura e energia.

A China é o segundo país que Bolsonaro visita no tour que a comitiva presidencial está realizando na Ásia e Oriente Médio.