menu

Novo modelo de carteira de identidade começa a ser emitido

Mais informações como CPF e tipo sanguíneo serão incluídos no documento

Novo modelo vai incluir diversas informações adicionais
Novo modelo vai incluir diversas informações adicionais (Reprodução/TV Jornal )

Os pernambucanos podem emitir a partir desta sexta-feira (25) o novo modelo de carteira de identidade. O documento é considerado mais seguro e dispõe de diversas informações que vão além do que o Registro Geral (RG) em vigor. A previsão do governo é implantar a medida em todo o Brasil até março de 2020.

Entre as novidades da identidade está o sistema conhecido como Código QR. O elemento serve como uma espécie de imagem chave, que pode ser utilizada para leitura eletrônica e verificação. Itens de segurança no papel também foram adicionados. O documento também vai trazer informações gerais do dono como CPF, Título de eleitor, nome social, PIS/Pasep, Carteira de Trabalho, Certificado Militar e tipo sanguíneo.

Os interessados no novo documento devem fazer a solicitação no site do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB). Para realizar o pedido, é necessário dispor de Certidão de Nascimento. O documento não pode conter rasuras ou emendas e precisa dispor de todas as informações necessárias e legais para o novo documento, como o nome, a filiação, o local, a data de nascimento, comarca do cartório, livro folha e número presente no registro de nascimento. Essa medida vale apenas para os requerentes solteiros.

Os requerentes casados, viúvos ou separados judicialmente devem apresentar a certidão de casamento. No caso de divorciados, o documento precisa ainda dispor de averbação, que sentenciou o caso judicialmente. 

Os brasileiros naturalizados devem apresentar um certificado de naturalização ou uma cópia legível do Diário Oficial da União (DOU) que conste o número da portaria e a data de publicação. Portugueses beneficiados pelo tratado da amizade precisam levar um certificado de igualdade de direitos e deveres ou uma cópia legível do Diário Oficial da União (DOU) que conste o número da portaria e a data de publicação.

Passo a passo de como solicitar

A solicitação pode ser feira no site do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB). Ao entrar no local, deve-se clicar em "Agende um atendimento" e desta forma o usuário será direcionado para o Portal Cidadão, onde a opção "Carteira de Identidade deve ser selecionada.

Em seguida, todas as informações necessárias para o agendamento, como nome completo, data de nascimento e telefone para contato precisam ser inseridas. Apenas um requerente pode agendar horários para esse serviço. Os que estão emitindo uma primeira via não precisam pagar, já aqueles que estão solicitando uma segunda via precisam emitir um Documento de Arrecadação Estadual (DAE) e pagar uma taxa 24 horas antes de se dirigir ao local.

A primeira via é de graça, já a segunda custa R$ 22,61; a terceira fica por R$ 45,23; e da quarta em diante deve-se pagar R$ 90,51. O comprovante deve ser levado no momento que o atendimento físico for realizado.

Durante a solicitação, é possível escolher o local de atendimento. Segundo orientações da Secretaria de Defesa Social (SDS) é recomendado escolher um lugar perto da sua casa. As opções são Caruaru, Garanhuns, Olinda, Petrolina, Recife, Salgueiro e Vitória de Santo Antão. Após escolher o local, selecione a unidade, data e horário do agendamento.

Após isso, é importante revisar as informações inseridas. Depois, é só clicar em avançar e aguardar a geração de um comprovante.

De acordo com o site do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), a carteira de identidade leva de 10 a 15 dias, caso seja emitida no Expresso Cidadão (Recife e Região Metropolitana); de 10 a 25 dias se emitidas no Expresso Cidadão no Interior de Pernambuco. Quem retirar nos postos do IITB, o tempo de espera é de 30 a 45 dias para ser retirado.