menu

Cerca de 1.500 toneladas de óleo já foram retiradas de praias de Pernambuco

Ao todo, 400 pessoas estão envolvidas nos trabalhos de contenção, limpeza e prevenção das manchas de óleo

Manchas de óleo chegam a uma das principais praias do litoral nordestino, a dos Carneiros
1.500 toneladas de óleo já foram retiradas de praias do litoral de Pernambuco (Bruno Campos/JC Imagem)

Cerca de 1.500 toneladas de óleo já foram recolhidas nas 43 praias e oito rios atingidos pelas manchas de óleo até essa segunda-feira (28). O material foi entregue no Ecoparque Pernambuco, no antigo Centro de Tratamento de Resíduos Pernambuco.

Ao todo 400 pessoas estão envolvidas nos trabalhos de contenção, limpeza e prevenção de óleo. A equipe já colocou 3.045 metros de barreiras de contenção em diversos locais atingidos.

Até a última contagem, em Pernambuco, foram atingidas 43 praias e oito rios em Barreiros, Cabo de Santo Agostinho, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Goiana, Recife e Olinda.

Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão sendo adquiridos pelo Governo de Pernambuco, entre eles, materiais de limpeza, combustível e alimentos. Foram entregues 31.522 máscaras, 23.080 pares de luvas, 6.188 pares de botas, 13.584 sacos de ráfia, 2.648 tambores e bombonas, 18.391 sacos plásticos e 8.009 big bags. Também foram disponibilizados alimentos, pás, baldes e protetor solar.

Manchas de óleo

Manchas de petróleo surgiram em praias do Nordeste. O caso vem acontecendo desde o início de setembro deste ano e a substância tem sido avistada em pelo menos nove estados da região. Estima-se que mais de 2 mil quilômetros de costa foram poluídos. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a substância é hidrocarboneto, derivado de petróleo.

Conforme informações divulgadas pela revista Época, um laudo sigiloso teria sido encaminhado para o Ibama pela Petrobras, apontando que a mancha seria de Petróleo da Venezuela.