Ambulantes

Último dia dos ambulantes em seus pontos de comércio em Caruaru

Eles pedem que a mudança seja adiada até o próximo ano

Pedro Hierro
Pedro Hierro
Publicado em 31/10/2019 às 16:32
NOTÍCIA
Reprodução/Tv Jornal Interior
FOTO: Reprodução/Tv Jornal Interior
Leitura:

O projeto Comércio na Praça está gerando reclamações dos ambulantes de Caruaru, Agreste de Pernambuco. Essas indagações surgem devido ao prazo estipulado pela Prefeitura da cidade para a relocação dos seus pontos de venda. Eles solicitam que a mudança ocorra no próximo ano. 

Alguns ambulantes já não foram nesta quinta-feira (31), último dia do prazo, para os seus pontos. A ambulante Paula Raquel questionou o porquê dessa mudança agora. “A gente não está recusando ir para o novo lugar, ela (Raquel Lyra) pegou a gente de supetão. Nós esperamos três anos para a gestão fazer aquele camelódromo e porque a prefeita não pode esperar dois meses para nós ganharmos aqui para gastar lá?”, relatou.

Essa ação vai mexer na rotina de cerca de 800 ambulantes da cidade, gerando um clima de incerteza entre os vendedores sobre como será o futuro no novo local. O ambulante Geronildo Oliveira fala o que ele espera da nova localização. “A expectativa é péssima porque lá tenho certeza que vai passar semanas e semanas sem vender nada, e aqui não, nossa sobrevivência é daqui”, disse.

A partir desta sexta-feira (1), os ambulantes vão começar a trabalhar em três locais, no Largo dos Guararapes, na Praça Leocádio Porto e no Largo da Conceição.

Confira matéria

Mais Lidas