menu

Comércio na Praça: ambulantes reclamam da falta de movimento no dia de feira

Eles relatam que nesta manhã conseguiram apurar bem menos do que o esperado

Comércio na Praça tem o objetivo de requalificar o centro de Caruaru
Comércio na Praça tem o objetivo de requalificar o centro de Caruaru (Reprodução/TV Jornal Interior)

O segundo dia do ‘Comércio na Praça’ em Caruaru, Agreste de Pernambuco, chegou com mais reclamações sobre o movimento neste dia de Feira da Sulanca. De acordo com os ambulantes, as novas localizações dos comércios trouxeram para as vidas deles uma instabilidade que não era esperada. Alguns relatam que foram trabalhar esta manhã e não conseguiram apurar nenhum centavo.

Boa parte das bancas oferecidas pela Prefeitura da cidade, nos novos locais, ainda não foi ocupada pelos ambulantes. Eles alegam que os novos espaços não tem movimentação de clientela. A vendedora de doces e café Simone, que está no Largo dos Guararapes, relata o mau movimento do seu comércio. “Uma hora dessa eu já estava na rua e já tinha apurado uns 100 reais. Eu cheguei aqui de seis horas da manhã para somente vender um cafezinho de 50 centavos”, afirmou.

O seu Raimundo, que está na Leocárdio Porto, tem expectativas que o movimento melhore. “A gente não está vendendo nada, mas tenho a esperança que vai chegar gente para comprar”, falou.  

Confira a matéria

Comércio na Praça: ambulantes reclamam da falta de movimento no dia de feira

  • 04/11/2019 16:56
O segundo dia do ‘Comércio na Praça’ em Caruaru, Agreste de Pernambuco, chegou com mais reclamações sobre o movimento neste dia de Feira da Sulanca. De acordo com os ambulantes, as novas localizações dos comércios trouxeram para as vidas deles uma instabilidade que não era esperada. Alguns relatam que foram trabalhar esta manhã e não conseguiram apurar nenhum centavo. 3 minutos e 16 segundos