menu

Conta de energia vai vir mais cara no mês de novembro

Fato ocorre para prevenir futuros problemas energéticos

Pagamento da conta de energia
Fato ocorre para prevenir futuros problemas energéticos (Foto: André Nery/Acervo JC Imagem)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou que neste mês de novembro as contas de energia vão conter a bandeira tarifária vermelha patamar 1. Isso significa que será cobrado mais R$ 4,16 a cada 100 quilowatts consumidos nos domicílios. Esse fato ocorre pela necessidade de prevenir futuros problemas energéticos, fazendo as pessoas economizarem no seu consumo diário.

Mesmo com essa medida, algumas pessoas não conseguem diminuir este consumo, por conta das necessidades diárias que suas vidas ou emprego exigem. A costureira Manuela Barbosa relata que seu trabalho não permite que o consumo abaixe. “Minhas clientes precisam de conforto e eu não posso deixar de trabalhar, então as máquinas estão o tempo inteiro ligadas e o ar condicionado tem que ficar ligado quando elas vem provar (as roupas)”, relata.

O analista de relacionamento com o cliente da Celpe, Alexandre Maciel, explica os motivos desse aumento. “A gente tem a bandeira vermelha patamar 1 e a bandeira vermelha patamar 2. Agora é a um, ou seja, começou a ficar crítico os locais dos reservatórios nas hidrelétricas”, informou.

Confira a matéria

Conta de energia vai vir mais cara no mês de novembro

  • 04/11/2019 16:38
A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou que neste mês de novembro as contas de energia vão conter a bandeira tarifária vermelha patamar 1. Isso significa que será cobrado mais R$ 4,16 a cada 100 quilowatts consumidos nos domicílios. Esse fato ocorre pela necessidade de prevenir futuros problemas energéticos, fazendo as pessoas economizarem no seu consumo diário. 2 minutos e 54 segundos