Prisão

MPPB prende 11 vereadores por desvio de dinheiro público na Paraíba

Ação faz parte da operação "Natal Luz"

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 05/11/2019 às 11:10
NOTÍCIA
Google Street View/Reprodução
FOTO: Google Street View/Reprodução
Leitura:

Foram presos na manhã desta terça-feira (5), 11 vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita, na zona metropolitana de João Pessoa, na Paraíba. A acusação é de uso indevido do dinheiro público e desvio de verbas através do pagamento de despesas decorrentes de uma viagem. Um contador do órgão também foi detido. 

O número de parlamentares presos representa mais de 50% dos vereadores da cidade de Santa Rita, que conta com 19 parlamentares. A ação faz parte da operação "Natal Luz", do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Os parlamentares teriam desviado despesas de uma viagem feita para a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. Os gastos envolvidos na viagem teriam chegado a R$ 69 mil.

O MPPB chegou à ação após o uso de uma empresa organizadora da cidade de Sergipe. A mesma instituição já havia recebido da Câmara de Santa Rita os valores de R$ 58.200, em 2019; e também cerca de R$ 49.200 em 2018.

Além da viagem a Gramado, outros congressos também teriam recebido os parlamentares presos nos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraná. Apenas em diárias, teriam sido gastos R$ 316.711,88, em 2017. No ano de 2018 o valor subiu para R$ 425.798,00 e em 2019 R$ 585.492,24.

Mais Lidas