menu

Praias pernambucanas atingidas por óleo estão liberadas para banho, diz governo do estado

Resultado de análise nas águas das praias considerou praias livres para banho

Manchas de óleo atingem praias do litoral do Nordeste
Manchas de óleo atingiram o litoral nordestino (Divulgação/Agência Petrobras)

As praias pernambucanas que foram atingidas pelas manchas de óleo estão próprias para o banho. A informação foi divulgada nessa sexta-feira (8) pelo Governo de Pernambuco, após sair o resultado das análises da água de praias atingidas. Foram analisadas amostras de 16 praias e todas foram consideradas liberadas para o banho.

Os estudos foram feitos pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) juntamente com outras instituições. Não foi detectada a presença de hidrocarbonetos, compostos orgânicos encontrados no petróleo e que podem causar danos à saúde, se estiver em grandes concentrações.

Duas baterias de análises foram realizadas com amostras colhidas nos dias 24, 26 e 31 de outubro. A pesquisa mais recente avaliou as amostras coletadas nos dias 26 e 31 de outubro no litoral dos municípios de São José da Coroa Grande, Tamandaré, Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Goiana e Ilha de Itamaracá.

Manchas de óleo

Os resíduos de petróleo foram avistados em vários estados da região Nordeste. As primeiras manchas começaram a ser vistas no dia 30 de agosto, na Paraíba, de acordo com Ibama. Estima-se que mais de 2 mil quilômetros de costa nordestina foram poluídos. Voluntários e equipes de diversos órgãos estaduais se juntaram para recolher o óleo e limpar as praias atingidas.