Denúncia

Obras do Complexo de Polícia Científica estão abandonadas em Caruaru

Orçada em mais de R$ 4 milhões, a obra está sendo construída desde 2011

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 12/11/2019 às 18:42
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

As obras do Complexo de Polícia Científica de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, começaram em 2011 e o equipamento já deveria ter sido entregue à população há anos. Porém, próximo do fim de 2019, o que se vê é que o espaço está abandonado.

A estrutura que já havia começado a ser construída está com diversas infiltrações e parte da cobertura das salas caiu. Janelas que estavam instaladas foram quebradas. Ao redor do prédio, o mato está alto e até os tapumes caíram.

O complexo deveria abrigar o Instituto de Criminalística, o Instituto de Medicina Legal e o Identificação Tavares Buril (IITB). A obra é orçada em mais de R$ 4 milhões.

"É um complexo que era para ter sido entregue em 2012. Nós estamos em 2019 e faltando pouco para ele ser entregue, o Estado continua dizendo que vai renovar, vai fazer uma nova licitação para fazer isso, e até agora nada", disparou o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Rafael Cavalcanti, que denuncia a negligência do Estado.

Veja na reportagem do "Povo na TV", da TV Jornal Interior:

Através de nota, a Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que o prédio conta com segurança da Guarda Patrimonial e que em casos de roubo ou vandalismo, o 4º Batalhão da Polícia Militar é ativado de forma imediata. Ainda segundo o texto, a obra é uma prioridade da gestão e foi incluída no plano de investimento para a segurança em 2019. O projeto da obra foi finalizado e a licitação para a contratação da empresa de engenharia responsável já está em andamento.

Mais Lidas