Ultimato

Comércio na Praça: prefeitura dá ultimato a ambulantes que não ocuparam espaços

Alocados tem até a próxima terça-feira (19) para ocupar as respectivas vagas

Ana Maria Miranda Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Publicado em 13/11/2019 às 14:41
NOTÍCIA
SEIC Divulgação
FOTO: SEIC Divulgação
Leitura:

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, informou nesta quarta-feira (13) que os comerciantes sorteados e alocados para os espaços do Comércio na Praça têm até a próxima terça-feira (19) para ocupar as respectivas vagas.

Ainda segundo a gestão municipal, caso isto não ocorra, os vendedores poderão ser excluídos do projeto. Os comerciantes que estão no cadastro de reserva serão convocados posteriormente.

Comércio na Praça

Parte do processo de revitalização do centro da cidade, o Comércio na Praça é um projeto que tem como objetivo liberar as ruas e calçadas das principais ruas da área. Os ambulantes foram realocados para o Largo dos Guararapes, a Praça Leocádio Porto e o Largo da Conceição.

Os ambulantes receberam bancos padronizados e fardamento e precisam levar apenas as mercadorias para os espaços. Os locais comerciais no Largo dos Guararapes e Praça Leocádio Porto funcionam partir das 6h e encerra as atividades às 18h. No Largo da Conceição, o funcionamento é das 6h às 14h e 15h às 22h.

O projeto, porém, tem desagradado muitos dos ambulantes, que reclamam que não há movimentação de clientes nos novos espaços. Desde o início da discussão do projeto, já foram vários protestos fechando ruas no centro da cidade.

O último foi realizado na última terça-feira (12) e terminou com ação policial que efetuou tiros de balas de borracha. O desejo dos vendedores ambulantes era continuar no centro até o fim do ano, mas a gestão não acatou o pedido e manteve a data da mudança para 1º de novembro.

Mais Lidas