Inusitado

Homem é preso com mais de mil calcinhas roubadas em Minas Gerais

Peças estavam escondidas em diversos locais da casa do suspeito, que foi preso pelo crime pela segunda vez

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 13/11/2019 às 12:11
NOTÍCIA
Foto: Divulgação/PM
FOTO: Foto: Divulgação/PM
Leitura:

Uma obsessão inusitada e curiosa terminou em cadeia no interior de Minas Gerais. Um homem foi preso pela Polícia Militar (PM) com 1.000 calcinhas e 45 sutiãs roubados, escondidos em sua casa, que fica na cidade de Turmalina, localizada há 480 Km da capital Belo Horizonte. O homem não foi identificado pela polícia.

As roupas íntimas, de diversas cores, modelos e marcas, estavam em diversos locais da casa do suspeito. Havia peça escondida no quarto do homem, debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda roupas. O suspeito de 41 anos, inclusive, utilizava uma das calcinhas roubadas durante a apreensão da polícia.

O número de peças chamou a atenção dos policiais devido ao alto número de peças. Mesmo sem comparar os roubos de mais de mil peças íntimas à população feminina de Turmalina, que conta com cerca de 8 mil mulheres, o valor é alto.

Histórico

Essa é a segunda vez que ele é preso por esse crime. Em 2015, o homem havia sido pego com cerca de 300 peças íntimas na cidade de Capelinha, vizinha a Turmalina.

Mais Lidas