Denúncia

Denúncias de multas indevidas são encaminhadas ao MPPE

Alguns agentes e guardas de trânsito afirmam a existência de metas diárias de 90 multas

Pedro Hierro
Pedro Hierro
Publicado em 14/11/2019 às 16:17
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Alguns agentes de trânsito denunciaram que existia uma meta diária de 90 multas proposta pela Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra). Segundo os funcionários, quem atingisse este número ganhava regalias. A denúncia foi realizada na sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Caruaru (Sismuc), no Agreste de Pernambuco, no início do mês. O Ministério Público foi acionado e está analisando a situação.

Um guarda municipal que não quis se identificar especificou as condições propostas. “Não foram todos os agentes de trânsito, foi um grupo dos mais chegados do coordenador. Essa ordem não passou do coronel, ela veio do coordenador de trânsito para que eles realizassem um determinado número de multas e se chegasse nessa meta teriam algumas regalias e facilidades. Com a guarda municipal isso nunca aconteceu”, afirmou.

O presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça, informa sobre o encaminhamento  das denúncias ao Ministério Público. “Ele já se apropriou da situação e talvez, após uma análise profunda, possa se instaurar uma ação civil pública para que o município responda”, informou. “Os agentes de trânsitos e guardas que foram colocados nesta situação vão prestar esclarecimento ao Ministério Público e posteriormente será dado o resultado pelo promotor”, pontuou Eduardo.

A atenção para esses atos vieram após perceberem que no mês de outubro deste ano o número de multas foi de 4.391. No mesmo período em 2018 o número foi de 2.976.

Confira a matéria do Povo na TV

Mais Lidas