Economia

Setor imobiliário apresenta retomada no crescimento

Empresas oferecem condições de pagamento diferenciadas para atrair clientes

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 21/11/2019 às 19:20
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O ano de 2019 tem sido marcado pela retomada do crescimento do setor imobiliário. Um crescimento de 9% nas vendas de imóveis e um aumento de 4% dos lançamentos residenciais foram registrados só no primeiro trimestre do ano em todo o País.

Caruaru, no Agreste de Pernambuco, é uma das cidades onde houve mudanças este ano. Uma construtora da cidade está com dois empreendimentos sendo negociados, um para ser entregue em janeiro e outro em setembro.

Os apartamentos custam a partir de R$ 140 mil. Com um sinal de R$ 100, já é possível garantir a unidade e dividir o restante do valor em até 72 parcelas. O apartamento tem sala, cozinha, dois quartos, banheiro, além da estrutura do condomínio, com playground, área gourmet, piscina, entre outros.

"O mercado imobiliário vem passando por diversas modificações, até pelos programas de financiamento, desde o Minha Casa Minha Vida ao SBPE, onde a taxa de juros do SBPE, que é aquele cliente de médio a alto padrão, está praticamente igual ao Minha Casa Minha Vida", explicou o gerente da MRV Engenharia, Júnior Assis.

Uma estratégia que colabora no momento da venda é o apartamento decorado, que faz com que o cliente possa imaginar o próprio apartamento. As ofertas que têm sido oferecidas no mercado têm tido uma boa adesão. O desejo de sair do aluguel e investir no próprio imóvel, em valor mensal menor, tem falado mais alto.

A empresária Milena Priscila é um exemplo disto: mora de aluguel com o marido e a filha e resolveu investir comprando o próprio apartamento. "Depois que eu tive o prazer de construir minha família, marido, filha, a vontade despertou mais ainda. Devido a esse desejo e a oportunidade, a gente acabou comprando o nosso apartamento", revelou.

Na Capital do Agreste, o segundo semestre tem sido ainda melhor: pelo menos quatro grandes empreendimentos foram lançados, disponibilizando mais de 3 mil unidades. Este é um bom momento para o setor.

"Houve uma redução grande da taxa de juros dos bancos, tanto dos bancos privados como do banco estatal, com isso facilitou, abriu mais o crédito, deixou as taxas menores, com isso gerou parcelas menores. Isso facilitou um pouco mais de estabilidade, crescimento no emprego. Tudo isso tem motivado bastante a compra", avaliou o proprietário de imobiliária Fabiano Carvalho.

Salão Imobiliário

Agora, todas as expectativas estão voltadas para o 13º Salão Imobiliário, que acontece até o próximo domingo (24) no Espaço Cultural. O evento é promovido pela Acic e tem como parceira a Caixa Econômica Federal. Vinte e cinco imobiliárias e construtoras estarão em um só lugar com condições especiais de pagamento para quem tem o sonho de comprar a casa própria.

"Está numa retomada muito boa de mercado, também imobiliário, onde as construtoras estão com bastantes promoções, bastantes descontos, e a gente está trazendo o cliente para cá para de fato conseguir comprar o seu imóvel", afirmou o membro do comitê de organização do evento, Fernando Carneiro.

Mais Lidas