menu

Especialistas orientam trabalhadores sobre 13º salário

Primeira parcela deve ser paga pelas empresas até o dia 30 de novembro

População de Caruaru está na expectativa para 13º salário
População de Caruaru está na expectativa para 13º salário (Reprodução/TV Jornal Interior)

O 13º salário é muito esperado pelos trabalhadores, principalmente por causa das festas de fim de ano. Algumas pessoas decidem utilizar o dinheiro extra para o consumo, enquanto outras planejam quitar dívidas.

A primeira parcela deve ser paga pelas empresas até o dia 30 de novembro. A segunda, até 20 de dezembro. Caso o empregador não cumpra o prazo, a empresa está sujeita a sofrer penalidades, que serão aplicadas pelo Ministério do Trabalho.

"Pode haver um parcelamento, onde a empresa tem até o dia 30 de novembro para fazer a primeira metade deste valor e inclusive na segunda parcela ela pode fazer as deduções legais: o Imposto de Renda, Previdência Social. É importante também esclarecer que o que compõe o valor do 13º é não só a renumeração base, mas também as gratificações de horas extras, de insalubridade", explica o advogado Rafael Vicente.

O economista Adenildo Batista elenca algumas opções para usar o dinheiro. "A primeira orientação é pagar dívidas. Segundo, está com o nome limpo, quer poupar. Vamos deixar uma parte do 13º para uma eventual necessidade em 2020. Então a partir disto, quer gastar? Marque uma viagem, compre uma roupa nova, saia com os amigos", sugere.

O porteiro Edvaldir José planeja guardar o valor, já que não tem dívidas. "A gente sempre tem que prever os problemas que vêm para frente para ter a reserva e cobrir", disse.

Veja na reportagem do "Por Dentro", da TV Jornal Interior:

Especialistas orientam trabalhadores sobre 13º salário

  • 28/11/2019 19:02
O 13º salário é muito esperado pelos trabalhadores, principalmente por causa das festas de fim de ano. Algumas pessoas decidem utilizar o dinheiro extra para o consumo, enquanto outras planejam quitar dívidas.