Reajuste nos preços

Reajustes nos preços de carnes e frangos vêm prejudicando distribuidores em Pernambuco

Frango tem sido a principal opção de compra devido o aumento no preço da carne

Pedro Hierro
Pedro Hierro
Publicado em 04/12/2019 às 17:25
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O aumento do preço da carne no Brasil fez com que os consumidores migrassem para outros tipos de proteínas. O frango tem sido a principal alternativa dos brasileiros. No entanto, o preço desta ave também vem sendo reajustado. Em Pernambuco, alguns frigoríficos já estão repassando o aumento aos clientes.

Em um dos frigoríficos, o reajuste de 10% a 15% dos cortes de frango já foi repassado aos consumidores. O empresário e dono do espaço, Júnior Pacheco,  comentou sobre o aumento na compra do frango. “A partir do momento que a carne começou a ter um aumento elevado, o pessoal começou a migrar para as carnes mais baratas, como frango, suíno e carneiro; e nisso a gente já começa a sentir. Da semana passada para cá, teve um aumento de 10% a 15%, os cortes de frango”, relatou.

Os donos das churrascarias já começam a sentir a diferença no preço destas proteínas. Um deles é o empresário Moacir Júnior, que mesmo com o aumento do preço tenta segurar o valor do rodízio do seu estabelecimento. “O preço do rodízio não foi reajustado de acordo com o aumento do preço das carnes, porque sem dúvida o cliente iria sentir demais. Então a gente também não pode perder nosso cliente definitivo, a norma é tentar sempre fazer o melhor e esperar que em janeiro esse preço venha a diminuir”, comentou.

Confira matéria do Por Dentro

Mais Lidas