Educação

MEC cria Universidade Federal do Agreste de Pernambuco e reitor é nomeado

Outras quatro novas universidades também foram criadas

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 13/12/2019 às 9:46
NOTÍCIA
Wilson Dias/Agência Brasil
FOTO: Wilson Dias/Agência Brasil
Leitura:

O Ministério da Educação (MEC) criou, nessa quinta-feira (12), a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape). Outras quatro universidades foram criadas, a Universidade Federal de Catalão (UFCat), Universidade Federal de Jataí (UFJ), Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

Os reitores das instituições tomaram posse. A Ufape terá como reitor o professor Airon Aparecido Silva de Melo, que é graduado, mestre e doutor em zootecnia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Para o ministro Abraham Weintraub, a criação das universidades é um sinal de que o Brasil está saindo da crise. “O objetivo é que [as novas universidades] se transformem em centros de excelência modernos”.

Criação da Ufape

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que criou a Ufape em 20 de março de 2018. O projeto foi sancionado em abril por Michel Temer (MDB). A Ufape é um desmembramento do campus UFRPE em Garanhuns. O investimento será de R$ 121 milhões.

O projeto aprovado prevê que os alunos do campus da UFRPE na cidade integrem automaticamente a Ufape. Serão criados também mais 600 cargos de professor e outros cargos administrativos. A nova universidade deverá oferecer cursos de Veterinária, Zootecnia, Ciência da Computação, Agronomia, Engenharia de Alimentos e Licenciatura em Letras e em Pedagogia.

Mais Lidas