Radar Eletrônico

Radares eletrônicos devem voltar às rodovias federais até dia 25 de dezembro

Uso dos medidores estavam suspensos desde agosto

Pedro Hierro
Pedro Hierro
Publicado em 16/12/2019 às 17:24
NOTÍCIA
Divulgação / Agência Brasil
FOTO: Divulgação / Agência Brasil
Leitura:

A fiscalização eletrônica por meio de radares estáticos, móveis e portáteis deve voltar a ser utilizada nas rodovias federais a partir do dia 25 de dezembro. O uso de medidores de velocidade móveis e portáteis está suspenso desde agosto.

A 1º Vara Federal de Brasília atendeu na quarta-feira (11) um a pedido da liminar feito pelo Ministério Público Federal (MPF) e deu um prazo de 72 horas para que os mais de 600 aparelhos sejam devolvidos às rodovias. No entanto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, recorreu por meio da Advocacia Geral da União (AGU) e a Justiça Federal de Brasília deu um prazo de 10 dias para a instalação dos equipamentos. 

O especialista em trânsito Alex Monteiro justificou que esse pedido do presidente para aumento do prazo pode ter sido realizado para a PRF não ter que pagar uma multa diária no caso da não instalação dos equipamentos até a data prevista. Isso se deve por conta dos radares terem uma instalação complexa a ser realizada e que possivelmente o prazo não seria cumprido. “A ausência desses equipamentos em alguns trechos evidentemente está favorecendo o aumento de acidentes que provocam óbito nas rodovias”, relatou Alex.

O agricultor Rinaldo Gomes comentou que está feliz com a volta dos radares. “Estamos esperançosos que chegue o mais rápido possível e que isso se resolva, porque a quantidade de acidente que está tendo aqui é grande. Nós que somos mais novos estamos também com dificuldades de atravessar a rua, imagina pessoas mais velhas”, afirmou. 

Confira matéria do Por Dentro

Mais Lidas