menu

Uso indevido do cartão Leva é investigado em Caruaru

Alguns cartões de gratuidade estariam sendo utilizados de forma indevida

Atendimento do Leva é realizado diariamente
Atendimento do Leva é realizado diariamente (Divulgação/Leva)

A Delegacia de Polícia da 89ª Circunscrição de Caruaru, no bairro do Salgado, está investigando fraudes identificadas no uso do cartão Leva de usuários de gratuidade no sistema de transporte público. Alguns cartões estariam sendo utilizados de forma indevida.

De acordo com a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros (AETPC), os diretores executivos, Maria Amélia Parreira e Rodrigo Legal Barbosa, foram intimados a depor para esclarecer os bloqueios nos cartões.

Desde o início do ano, os casos de fraude constatados pela biometria facial estão sendo encaminhados ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que sejam tomadas as medidas cabíveis. A investigação busca criminalizar o repasse do cartão com direito a gratuidade para terceiros.

"Para esclarecer, são todos os cartões que têm foto. Esse direito é seu. A ideia é organizar o sistema de transporte e garantir o direito de quem realmente tem", explica o diretor institucional da AETPC, Ricardo Henrique.

Denúncias de fraude ou uso indevido podem ser feitas na AETPC, MPPE ou na Autarquia Municipal de Trânsito (Destra). O atendimento do Leva é realizado diariamente, das 10h às 22h, no Caruaru Shopping.