menu

"Foi um vacilo geral", diz Secretário de Justiça de PE sobre churrasco em presídio

Imagens de festa de natal em penitenciária viralizaram nas redes sociais

Festa tinha petiscos, carne assada e até uma tv com música tocando
Festa tinha petiscos, carne assada e até uma tv com música tocando (Reprodução/NE10 Interior)

Em entrevista concedida ao programa "Repercutindo", da Rádio Jornal Caruaru, o Secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado de Pernambuco, Pedro Eurico, comentou a respeito de imagens que circulam as redes sociais mostrando um churrasco que teria acontecido na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, durante o Natal

As imagens mostram uma mesa com várias carnes, uma ave, pão de alho, petiscos, entre outros. Até o show da dupla Jorge e Mateus estava sendo exibido em uma televisão no momento do evento. Em um vídeo ainda é possível ver que havia presos com celulares, além do que estava gravando toda a festa. Também era possível ver itens como garfos e facas. 

Para o Secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado de Pernambuco, o caso foi um vacilo. "Houve um vacilo geral e a gente não tolera esse tipo de prática. Porque os que estão presos não podem ser massacrados, não podem ser maltratados, não podem ser agredidos mas também não pode transformar a cadeia num baile carnavalesco ou em uma festa natalina . A confraternização natalina é uma confraternização universal que você pode fazer com a missa, com a visita dos familiares, nunca com o que se deu", comentou.

Ainda durante a entrevista,  Pedro Eurico elencou os itens presentes na festa. "Churrasqueira de aço inoxidável, guloseimas, as pessoas usando telefone celular e preparando churrasco para uma festa, evidentemente que isso é um abuso e ultrapassa as boas regras de convivência na cadeia. Cadeia não é lugar para bacanal e muito menos para festança. Não chegamos a bacanal, mas foi uma festança", explica. 

Ainda segundo ele, os objetos só devem ter entrado no local com a ajuda de pessoas de dentro.  O Secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado de Pernambuco disse que o caso será investigado. "Nós não vamos alisar ninguém. Não vamos simplesmente acobertar os fatos", comenta. 

De acordo com o secretário, os detentos envolvidos no fato já foram identificados e o aparelho celular utilizado para realizar as filmagens foi apreendido. Os detentos deverão ser transferidos para outras unidades prisionais e receberão punições através do Conselho Disciplinar.

Festa de Natal em penitenciária de Pernambuco teve churrasco e petiscos

  • 27/12/2019 12:00
O chefe de segurança do plantão da véspera de Natal (24) da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi afastado após os detentos realizarem uma festa natalina nas dependências da unidade prisional. 51 segundos

Pedro Eurico ressaltou ainda que o chefe de segurança do plantão foi afastado. "Mandei o secretário executivo da secretaria de ressocialização a Caruaru, abrimos um processo administrativo disciplinar. O chefe de plantão, que é o responsável direto pela segurança, pela organização e a tranquilidade da cadeia já foi afastado e está proibido de entrar no presídio de Caruaru. Ele vai responder a um processo administrativo que nós vamos encaminhar à corregedoria para que sejam tomadas as medidas cabíveis. O governo não comunga com esse tipo de baderna", disse. 

Ouça a entrevista completa