menu

Justiça do Rio ordena que Especial de Natal do Porta dos Fundos saia do ar

Decisão partiu da segunda instância

Especial de Natal do Porta dos Fundos foi alvo de críticas por parte de religiosos
Especial de Natal do Porta dos Fundos foi alvo de críticas por parte de religiosos (Divulgação)

A produtora Porta dos Fundos e a Netflix terão que retirar do ar o "Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo". A decisão partiu através do desembargador Benedicto Abicair, da 6º Câmara Cível da Justiça do Rio de Janeiro.

De acordo com informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", a decisão parte através de um pedido feita pela Associação Dom Bosco de Fé e Cultura. O pedido havia sido negado em primeira instancia.

Bispo pediu cancelamento de assinatura

O bispo da Diocese de Palmares, na zona da Mata sul do estado de Pernambuco, pediu aos fiéis que cancelem a assinatura do serviço de streaming de séries e filmes, Netflix. De acordo com Dom Henrique Soares da Costa, o pedido é motivado pelo especial de natal do Porta dos fundos,  "A Primeira Tentação de Cristo" lançado na plataforma durante o mês de Dezembro. 

Na obra polêmica do grupo de humor, Jesus, interpretado pelo humorista e apresentador Gregório Duvivier, chega aos 30 anos e tem uma crise existencial. Ele leva um convidado para sua festa de aniversário, o namorado Orlando (Fábio Porchat). Além das brincadeiras com a sexualidade de Jesus, o conteúdo da obra também coloca o messias cristão estudante universitário de esquerda, militante gay e fã de boy bands. A obra ainda sugere o uso de maconha por Maria e brinca com uma possível traição a José.

Segundo Dom Henrique, em nota divulgada através das redes sociais, o filme zomba da fé cristã. "A Netflix deu um bofetão no rosto de todos os cristãos; cuspiu na nossa cara, zombando da nossa fé. Certamente, instigada pela força demoníaca que tem inspirado tantos e tantos corações e mentes nestes tempos de neo-paganismo, esta empresa ofereceu na sua programação como “Especial de Natal” um filme blasfemo, vulgar e desrespeitoso para com o nosso Deus e Senhor Jesus Cristo e sarcástico com a fé de todos os cristãos", comenta.

Novo especial já foi encomendado

Após lançar o polêmico especial de natal "A Primeira Tentação de Cristo", a parceria entre a Netflix e o Porta dos fundos parece estar longe de acabar. O grupo de humor e o serviço de Streaming já fecharam um acordo para a produção de um novo especial de Natal para o ano de 2020.

O acordo foi renovado, segundo informações do jornal O Globo, após a produção tornar-se o conteúdo brasileiro mais assistido da história da plataforma. Entretanto, nem todo mundo gostou da obra. Bispos, políticos e religiosos condenaram a atração.

Veja trailer