menu

Homem ferido em assalto em Canhotinho continua em estado grave

Filho adotivo do casal é suspeito de ser mandante do assalto

Casal foi vítima do assalto
Casal foi vítima do assalto (Reprodução/TV Jornal Interior)

O homem que foi baleado durante o assalto que resultou na morte de uma mulher em Canhotinho, no Agreste pernambucano, continua internado em estado grave no Hospital da Restauração (HR), no Recife. Josenildo Martins de Melo foi ferido na região da nuca.

O crime ocorreu no dia 9 de janeiro. Três homens encapuzados invadiram a residência de um casal para praticar um assalto e atiraram nos dois. Minéia Silvana da Silva, 47 anos, não resistiu e morreu dentro de casa. O marido, Josenildo Martins ficou ferido e foi levado para uma unidade hospitalar.

O suspeito de ser o mandante do assalto é o filho adotivo do casal. Gabriel Martins Melo, 20 anos, se apresentou na delegacia na noite da última sexta-feira (10), onde teria assumido envolvimento no crime. À polícia, Gabriel Martins teria dito que os suspeitos iriam roubar R$ 10 mil do pai dele, e este valor seria dividido entre os envolvidos. Porém, o trio teria se antecipado e realizado o assalto antes do previsto para não precisar dividir o dinheiro.

De acordo com o delegado Helianthus Bezerra, o auto de prisão em flagrante foi confeccionado na última sexta e o suspeito levado para audiência de custódia no sábado, em Garanhuns. A prisão preventiva de Gabriel foi decretada e ele foi conduzido à Cadeia Pública daquela cidade.

As investigações seguem em andamento pela Polícia Civil.