menu

Agricultor é preso suspeito de furtar água da Compesa em Belo Jardim

Prisão ocorreu durante operação que investigava uma ligação clandestina em uma propriedade

Compesa identifica furto de água em Belo Jardim e agricultor é preso em flagrante
Compesa identifica furto de água em Belo Jardim e agricultor é preso em flagrante (Divulgação)

Um agricultor foi preso suspeito de furtar água da Compesa em Belo Jardim, no Agreste pernambucano. A prisão ocorreu na última terça-feira (14), mas o caso foi divulgado nessa quarta (15). Segundo informações da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), estava sendo realizada uma operação que investigava uma ligação clandestina em uma propriedade na comunidade Gravatá.

De acordo com a Compesa, reclamações sobre o abastecimento estavam sendo recebidas. “Recebemos diversas reclamações de dificuldade de abastecimento nessa localidade, além de denúncias de ligações irregulares no trecho da adutora que abastece tanto a Vila Gravatá como Vila Nova”, contou o gerente da Compesa, Tiago Grassi.

No local, foi constatado que o hidrômetro estava sendo burlado porque a água estava sendo desviada antes da aferição do equipamento. Também foi constatado a instalação irregular de um registro para direcionar a água para a propriedade.

Segundo a Compesa, estima-se que cerca de 280 metros cúbicos de água eram desviados por mês. O proprietário foi preso em flagrante e encaminhado para o presídio de Pesqueira, também no Agreste do estado.