menu

Respeito às leis de trânsito é fundamental para evitar acidentes de moto

De acordo com o Denatran, há quase 74 mil motocicletas e motonetas registradas em Caruaru

Motociclistas são os mais vulneráveis no trânsito
Motociclistas são os mais vulneráveis no trânsito (Reprodução/TV Jornal Interior)

Dados do Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, revelam que em 2019 foram contabilizados mais de 3 mil vítimas de acidentes de trânsito na região. Destes, a maioria - 2.887 - foram envolvendo motos.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), há quase 74 mil motocicletas e motonetas registradas na cidade. Os números, entretanto, podem ser ainda maiores. Segundo o especialista em trânsito Lindomar Rodrigues, os motociclistas têm que se conscientizar do risco que é estar sobre um veículo de duas rodas.

"A moto é pequena, tem muita fragilidade, muitas vezes se mantém nos pontos cegos dos veículos. Aliado a isso, você tem um despreparo grande por parte dos condutores e um desrespeito até dos que têm habilidade, mas não obecem as regras de trânsito, que são feitas para a própria segurança", explicou.

Para ele, os motociclistas devem usar o item obrigatório de segurança, o capacete, mas também podem se equipar com luvas, cotoveleiras e joelheiras. Trafegar de motocicleta é difícil, já que vários fatores contribuem para que acidentes aconteçam. Por isto, é preciso ter a consciência de que os motociclistas estão vulneráveis.

Respeito às leis de trânsito é fundamental para evitar acidentes de moto

  • 17/01/2020 17:02
Dados do Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, revelam que em 2019 foram contabilizados mais de 3 mil vítimas de acidentes de trânsito na região. Destes, a maioria - 2.887 - foram envolvendo motos. 4 minutos e 13 segundos

Três mortes em duas semanas

Nas duas primeiras semanas de 2020, já houve três acidentes fatais envolvendo motocicletas nas vias urbanas de Caruaru. Na tarde dessa quinta-feira (16), uma colisão no cruzamento da Rua Francisca Lira Florêncio com a Rua Ana Maria da Silva Brasileirinho, no bairro Maurício de Nassau, deixou um motociclista morto. Matheus Siqueira de Lira, 23 anos, estava na rua principal quando um caminhão a serviço do Governo do Estado entrou na via, atingindo e arrastando a vítima até a calçada.

Na quarta (15), outro grave acidente ocorreu na Avenida Adjar da Silva Casé, no bairro Indianópolis, entre uma moto e uma bicicleta. José Marcos Pereira da Silva, 43, que estava na bicicleta, morreu na hora. Outra colisão que chamou a atenção na semana passada foi entre um carro e uma moto, em um cruzamento no bairro Jardim Panorama. O motociclista, Alisson Cássio Ferreira, não resistiu.