Segurança

Respeito às leis de trânsito é fundamental para evitar acidentes de moto

De acordo com o Denatran, há quase 74 mil motocicletas e motonetas registradas em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 17/01/2020 às 16:55
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Dados do Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, revelam que em 2019 foram contabilizados mais de 3 mil vítimas de acidentes de trânsito na região. Destes, a maioria - 2.887 - foram envolvendo motos.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), há quase 74 mil motocicletas e motonetas registradas na cidade. Os números, entretanto, podem ser ainda maiores. Segundo o especialista em trânsito Lindomar Rodrigues, os motociclistas têm que se conscientizar do risco que é estar sobre um veículo de duas rodas.

"A moto é pequena, tem muita fragilidade, muitas vezes se mantém nos pontos cegos dos veículos. Aliado a isso, você tem um despreparo grande por parte dos condutores e um desrespeito até dos que têm habilidade, mas não obecem as regras de trânsito, que são feitas para a própria segurança", explicou.

Para ele, os motociclistas devem usar o item obrigatório de segurança, o capacete, mas também podem se equipar com luvas, cotoveleiras e joelheiras. Trafegar de motocicleta é difícil, já que vários fatores contribuem para que acidentes aconteçam. Por isto, é preciso ter a consciência de que os motociclistas estão vulneráveis.

Três mortes em duas semanas

Nas duas primeiras semanas de 2020, já houve três acidentes fatais envolvendo motocicletas nas vias urbanas de Caruaru. Na tarde dessa quinta-feira (16), uma colisão no cruzamento da Rua Francisca Lira Florêncio com a Rua Ana Maria da Silva Brasileirinho, no bairro Maurício de Nassau, deixou um motociclista morto. Matheus Siqueira de Lira, 23 anos, estava na rua principal quando um caminhão a serviço do Governo do Estado entrou na via, atingindo e arrastando a vítima até a calçada.

Na quarta (15), outro grave acidente ocorreu na Avenida Adjar da Silva Casé, no bairro Indianópolis, entre uma moto e uma bicicleta. José Marcos Pereira da Silva, 43, que estava na bicicleta, morreu na hora. Outra colisão que chamou a atenção na semana passada foi entre um carro e uma moto, em um cruzamento no bairro Jardim Panorama. O motociclista, Alisson Cássio Ferreira, não resistiu.

Mais Lidas