Benefício

Mais de mil famílias tiveram Bolsa Família cortado em Caruaru

De acordo com o CadÚnico, em Caruaru há 29.550 famílias que recebem o benefício

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 27/01/2020 às 16:48
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O Governo Federal retirou 1,3 milhão de beneficiários do Bolsa Família em todo o Brasil até novembro de 2019. Em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foram cerca de 1 mil famílias que tiveram o benefício cortado. O motivo foram irregularidades nos cadastros.

De acordo com a gestora do CadÚnico Caruaru, Andreza Pacheco, algumas famílias realmente tinham declarado dados errados ou esconderam renda para que pudessem se beneficiar, mas outras, não. "São famílias que deixam de vir atualizar o cadastro, esse cadastro deve ser atualizado anualmente, ou qualquer mudança que tenha na família: uma criança mudou de escola, alguém arranjou um emprego, alguém saiu de um emprego. Tem que atualizar e famílias às vezes não fazem", explicou.

De acordo com o CadÚnico, em Caruaru há 29.550 famílias que recebem o benefício, que equivalem a 22,75% da população total da cidade. A gestão municipal é responsável por alimentar os dados do cadastro, mas é o Governo Federal quem libera o benefício. Ainda de acordo com Andreza, poucos benefícios estão sendo liberados por mês. "De março até outubro, nenhuma família tinha sido liberada em Caruaru. A partir de outubro começou", contou.

A dona de casa Rosicleide da Silva recebia o benefício há três anos e ficou surpresa ao perceber que não receberia mais o valor. "Eu fui saber o dia que recebe e deu que estava cancelado", contou. Para a dona de casa Maria José, a ajuda é bem vinda: "Já dá para comprar alguma coisa".

Bolsa Família

Criado em 2013, o Bolsa Família é um dos principais programas de transferência de renda do Governo Federal e tem como principal objetivo combater a extrema pobreza. O governo estima que em 2020, R$ 29,5 bilhões devem ser pagos aos beneficiários.

Ao entrar no programa, a família deve assumir alguns compromissos, como: crianças menores de sete anos devem ser vacinadas e ter acompanhamento de peso e altura; gestantes precisam fazer o pré-natal e crianças e adolescentes de seis a 15 anos devem ter frequência escolar mínima de 85% a cada mês.

Quem tiver dúvidas sobre o programa pode procurar o Cras mais próximo ou a unidade do Bolsa Família de Caruaru. O serviço também disponibiliza o número (81) 3701.1882 para tirar dúvidas.

Mais Lidas